sábado, 23 de julho de 2016

08 - Serra Pelada





Levados pelos ventos do sonho e da liberdade: assim os homens chegaram a Serra Pelada. Ninguém foi levado à força, mas uma vez lá todos se tornaram escravos da possibilidade da fortuna e da necessidade de suportar, sobreviver. Uma vez lá dentro, impossível sair: ali estava a chance da fortuna. A única. Cada vez que em um barranco se encontrava ouro, os transportadores de lama, de terra, tinham o direito de escolher um dos sacos que transportavam. Ali dentro podia estar a fortuna, a liberdade. Sua vida era uma sequência alucinada de descidas ao fundo do barranco e subidas delirantes até as alturas da mina, carregando nas costas um saco de terra e o sonho de ouro.
Não havia álcool, não havia mulheres. Havia uma indizível necessidade de tudo. De afeto, de calor humano. Havia um perigo constante e uma vida sem consolo. Escravos da solidão, revolviam a terra.
Quem chegava na ponta do barranco pela primeira vez tinha uma visão dilacerada e definitiva do bicho-homem: havia ali 50 mil criaturas esculpidas em lama e sonho. Só se ouvia o rumor humano, murmúrios e gritos silenciados, e o ruído de pás e enxadas impulsionadas por mãos humanas. Nenhum som de máquina, nenhum som que não viesse do homem.
Era o rumor do ouro na alma de seus perseguidores.


Garimpeiros em Serra Pelada


Garimpeiros em Serra Pelada
Garimpeiros em Serra Pelada com sacos de terra nas costas, na busca de ouro: sonho de enriquecer. 1986.




Indicadores de sequência temporal


É comum em textos, o autor fazer referência a fatos que observou. Por isso, precisa usar expressões que indicam quando tais fatos ocorreram. Essas expressões são marcadores de tempo que permitem ao leitor compreender a sequência dos fatos mencionados.

a) Desde os tempos da primeira geração de fotógrafos imigrantes até os dias de hoje, houve uma longa jornada.
b) Há mais de 25 anos, quando ingressei no ramo fotográfico.
c) Passado um tempo, um grupo desses imigrantes [...].
d) Depois de quase um século, os tempos hoje são outros.
e) Hoje, até as crianças exigem produtos [...].
f) Ser fotógrafo na década de 1930 a 1940 tanto era uma façanha quanto um privilégio.
g) O profissional da fotografia, na virada deste milênio [...] vai precisar [...].
h) Em tempo algum a humanidade teve tanto acesso à informação [...].



Glossário


Dilacerar: rasgar com força; despedaçar.







Links:


Sanderlei Silveira (Website)

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Áudio Livro

Livros Online

Obra completa de Machado de Assis

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas | Song Lyrics - Songtext - Testo Canzone - Paroles Musique - 歌曲歌词 - 歌詞 - كلمات الاغنية - песни Текст

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Bíblia Online

O Diário de Anne Frank

Mário de Andrade - Macunaíma

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis - Esaú e Jacó

Adolf Hitler - Mein Kampf

José de Alencar - Cinco Minutos

Lima Barreto - O Triste Fim de Policarpo Quaresma

História em 1 Minuto

Livros em PDF para Download

Machado de Assis - Livros em PDF para Download

William Shakespeare - Livros em PDF para Download

Jane Austen - Livros em PDF para Download

José de Alencar - Livros em PDF para Download

TOP 50:


Mein Kampf - Adolf Hitler - Download PDF Livro Online

As festas populares no estado de São Paulo

O Alienista - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do estado de São Paulo - SP

As festas populares no estado do Paraná - PR

Áreas de preservação no estado de São Paulo - SP

O Diário de Anne Frank - Download PDF Livro Online

Gonçalves Dias - Marabá - Poesia

O tropeirismo no estado do Paraná - PR

Macunaíma - Mário de Andrade - PDF Download Livro Online

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo - SP

Atividades extrativistas no Paraná - PR

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná - PR

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul - MS

As atividades econômicas do estado de São Paulo - SP

As festas populares do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Biomas brasileiros - SC

Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Religião – Idade Antiga (História em 1 Minuto)

A população africana e a escravidão no Paraná - PR

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX - SC

Áreas de preservação Ambiental no estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul - MS

O relevo do estado de São Paulo - SP

As atividades econômicas do estado do Paraná - PR

Esaú e Jacó - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Capítulo 160 - Das Negativas (Machado de Assis)

Os biomas no estado do Mato Grosso do Sul - MS

A urbanização no estado de São Paulo no início do século XX - SP

A organização do espaço geográfico brasileiro

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná) - PR

Clima e relevo do estado do Paraná - PR

As atividades econômicas no estado de Santa Catarina - SC

Áreas de preservação do estado do Paraná - PR

O Humanitismo - Capítulo 117 - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo V

As comunidades quilombolas no estado de Santa Catarina - SC

Vegetação nativa do estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no estado de São Paulo na atualidade - SP

Os índios Xetá no estado do Paraná - PR

Bacias hidrográficas de Santa Catarina - SC

Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná - PR

Machado de Assis - Esaú e Jacó - Capítulo 60 - Manhã de 15

A ocupação e o povoamento do Mato Grosso do Sul - MS

Clima e relevo no estado de Santa Catarina - SC

A formação da cultura de Santa Catarina - SC

Capítulo 17 - Ursa Maior - Mário de Andrade - Macunaíma

Luís Vaz de Camões - Soneto 57 - De Vos me Aparto, oh Vida! Em Tal Mudança

Bacias hidrográficas do Mato Grosso do Sul - MS

Gonçalves Dias - Canção do exílio - Poesia

As comunidades quilombolas no estado do Paraná - PR

A imigração europeia no estado do Paraná - PR

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

Biomas brasileiros - PR

Relevo do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Luís Vaz de Camões - Soneto 43 - Como Quando do Mar Tempestuoso

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo VIII

A população indígena na região do estado de Santa Catarina - SC

Luís Vaz de Camões - Soneto 45 - Leda Serenidade Deleitosa

Norte Catarinense (Mesorregião) - SC

Mário de Andrade - Macunaíma - EPÍLOGO

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo XV

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf

SAP - Treinamentos

Datasul - Tutoriais

sexta-feira, 22 de julho de 2016

07 - Não se renega o berço









Fotógrafos imigrantes trabalharam duro para educar filhos “doutores”, que hoje têm vergonha de dizer que o pai é fotógrafo.


Há mais de 25 anos, quando ingressei em uma empresa do ramo fotográfico, a grande maioria de nossos clientes eram constituídos de fotógrafos imigrantes, de diversas nacionalidades, que aportaram num eldorado chamado Brasil em busca de trabalho e de ganhar dinheiro. O destino da grande maioria deles era a lavoura. Passado um tempo, um grupo desses imigrantes trocou o cabo da enxada pelo manejo de uma câmara fotográfica se aventurando na carreira de fotógrafo profissional, que na época significava também misturar químicos, revelar e copiar fotos. Se comparada com a vida dura do campo, as tarefas eram bastantes leves, além de dar mais prestígio.
O retratista – Ser fotógrafo na década de 1930 a 1940 tanto era uma façanha quanto um privilégio. Raro e disputado, o profissional era visto como doutor em fotografia. Tirar fotos de família era uma ocasião importante e uma data marcada com muita antecedência, pois o “senhor retratista” só passava naquelas bandas apenas uma vez por ano. Ou, então, a família ia ao estúdio, todos muito bem-arrumados, vestidos com a sua melhor roupa. Não duvido de que alguns leitores ainda tenham em casa fotos assim, em preto e branco, ou em tom sépia, guardadas em álbuns de madeira, folhas cartonadas e cantoneiras.
Não existiam lojas de fotos, mesmo porque não existiam câmeras populares e, portanto, os fotógrafos amadores eram pessoas muito diferenciadas e incomuns.
Pai fotógrafo, filho médico – Um traço marcante desses imigrantes fotógrafos é terem uma determinação quase paranoica de trabalhar muito, sacrificar-se ao máximo e ganhar dinheiro para educar os filhos com a intenção que fossem “doutores”.
Diziam: “Nós não temos estudo e o pessoal nos faz de bobo. Por isso queremos que nossos filhos sejam respeitados e para isso precisam estudar”. E graças a essa filosofia dos pais, muitos descendentes são hoje profissionais preparados e competentes no campo da Medicina, Administração, Engenharia, Direito, formados nas melhores universidades. Com isso, ganhou o Brasil, mas perdeu a fotografia, pois os filhos desses imigrantes não seguiram a profissão dos pais. Inclusive, vários deles preferem esquecer que foram educados com a renda do modesto fotógrafo, profissão que consideram de nível inferior e sem prestígio.
Sucessão nos negócios – de quase um século, os tempos hoje são outros. Felizmente, existem também aqueles descendentes que resolveram assumir os negócios da família. Negócios iniciados pelos avós estão hoje nas mãos de netos que são gerenciados por jovens e modernos empresários, com conhecimentos de administração e marketing, sintonizados nas tendências mundiais das técnicas e tecnologias mundiais. Igualmente, os produtos fotográficos também estão se modernizando. A tradicional fotografia “molhada” (tecnologia química) está mudando para fotografia “seca” (tecnologia digital). Por isso, os homens que tocam os negócios do ramo, hoje, precisam rapidamente reciclar seus conhecimentos aderindo à era da informática, impressora a laser, câmeras digitais, internet e outras novidades.
Longa jornada – Desde os tempos da primeira geração de fotógrafos imigrantes até os dias de hoje, houve uma longa jornada. Quem imaginaria, tempos atrás, que hoje os profissionais da imprensa enviariam suas fotos para a redação, via satélite, do outro lado do mundo? O profissional da fotografia na virada deste milênio, seja de moda, de publicidade e, por que não, de eventos sociais, vai precisar, além do domínio específico de sua área de trabalho, ter uma base de conhecimentos gerais e o domínio de um segundo idioma que lhe permita acesso às literaturas estrangeiras. Adquirir conhecimentos crescentes deixou de ser luxo para ser exigência do mercado. Em tempo algum a humanidade teve tanto acesso à informação e esteve tão integrada com o que se passa no mundo. Ficou difícil vender “gato por lebre” e não há mais espaço para os despreparados. Hoje, até as crianças exigem produtos de marca internacional ou grife conhecida. É sinal dos tempos.


Profissão do fotógrafo


Profissão do fotógrafo
Captação de imagens, cenas inusitadas, momentos inesquecíveis, sucesso certo na profissão do fotógrafo.


 Profissão do fotógrafo
Fotografia, uma profissão histórica.


 Profissão do fotógrafo
O fotógrafo retrata a história e os momentos mais importantes da vida tanto social como política.




Caso especial de concordância:


  • concordância do verbo com expressões como parte de, a maioria de, uma porção de, metade de, um grupo de.

Observe as frases abaixo.

I. [...] a grande maioria de nossos clientes eram constituídos de fotógrafos imigrantes.
II. A maior parte dos imigrantes veio para trabalhar na lavoura.
III. Um grupo desses imigrantes trocou o cabo da enxada pelo manejo da câmera fotográfica.

Nesses casos, o verbo pode ficar no singular ou no plural, dependendo do que se queira destacar.



Glossário


Sépia: neste caso, fotografia ou gravura de coloração que vai de um cinzento acastanhado a um marrom oliváceo escuro.




Links:


Sanderlei Silveira (Website)

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Áudio Livro

Livros Online

Obra completa de Machado de Assis

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas | Song Lyrics - Songtext - Testo Canzone - Paroles Musique - 歌曲歌词 - 歌詞 - كلمات الاغنية - песни Текст

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Bíblia Online

O Diário de Anne Frank

Mário de Andrade - Macunaíma

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis - Esaú e Jacó

Adolf Hitler - Mein Kampf

José de Alencar - Cinco Minutos

Lima Barreto - O Triste Fim de Policarpo Quaresma

História em 1 Minuto

Livros em PDF para Download

Machado de Assis - Livros em PDF para Download

William Shakespeare - Livros em PDF para Download

Jane Austen - Livros em PDF para Download

José de Alencar - Livros em PDF para Download

TOP 50:


Mein Kampf - Adolf Hitler - Download PDF Livro Online

As festas populares no estado de São Paulo

O Alienista - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do estado de São Paulo - SP

As festas populares no estado do Paraná - PR

Áreas de preservação no estado de São Paulo - SP

O Diário de Anne Frank - Download PDF Livro Online

Gonçalves Dias - Marabá - Poesia

O tropeirismo no estado do Paraná - PR

Macunaíma - Mário de Andrade - PDF Download Livro Online

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo - SP

Atividades extrativistas no Paraná - PR

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná - PR

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul - MS

As atividades econômicas do estado de São Paulo - SP

As festas populares do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Biomas brasileiros - SC

Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Religião – Idade Antiga (História em 1 Minuto)

A população africana e a escravidão no Paraná - PR

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX - SC

Áreas de preservação Ambiental no estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul - MS

O relevo do estado de São Paulo - SP

As atividades econômicas do estado do Paraná - PR

Esaú e Jacó - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Capítulo 160 - Das Negativas (Machado de Assis)

Os biomas no estado do Mato Grosso do Sul - MS

A urbanização no estado de São Paulo no início do século XX - SP

A organização do espaço geográfico brasileiro

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná) - PR

Clima e relevo do estado do Paraná - PR

As atividades econômicas no estado de Santa Catarina - SC

Áreas de preservação do estado do Paraná - PR

O Humanitismo - Capítulo 117 - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo V

As comunidades quilombolas no estado de Santa Catarina - SC

Vegetação nativa do estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no estado de São Paulo na atualidade - SP

Os índios Xetá no estado do Paraná - PR

Bacias hidrográficas de Santa Catarina - SC

Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná - PR

Machado de Assis - Esaú e Jacó - Capítulo 60 - Manhã de 15

A ocupação e o povoamento do Mato Grosso do Sul - MS

Clima e relevo no estado de Santa Catarina - SC

A formação da cultura de Santa Catarina - SC

Capítulo 17 - Ursa Maior - Mário de Andrade - Macunaíma

Luís Vaz de Camões - Soneto 57 - De Vos me Aparto, oh Vida! Em Tal Mudança

Bacias hidrográficas do Mato Grosso do Sul - MS

Gonçalves Dias - Canção do exílio - Poesia

As comunidades quilombolas no estado do Paraná - PR

A imigração europeia no estado do Paraná - PR

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

Biomas brasileiros - PR

Relevo do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Luís Vaz de Camões - Soneto 43 - Como Quando do Mar Tempestuoso

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo VIII

A população indígena na região do estado de Santa Catarina - SC

Luís Vaz de Camões - Soneto 45 - Leda Serenidade Deleitosa

Norte Catarinense (Mesorregião) - SC

Mário de Andrade - Macunaíma - EPÍLOGO

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo XV

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf

SAP - Treinamentos

Datasul - Tutoriais

06 - O Memorial de Iwo Jima







Durante a II Guerra Mundial, na batalha de Iwo Jima, no Japão, o fotógrafo Joe Rosenthal registrou a imagem que hoje é considerada “a foto” do século XX.
Além do sangue derramado e das milhares de vidas perdidas, muitas imagens marcantes foram conseguidas durante os horrores das diversas guerras. Em especial, a imagem clicada pelo fotógrafo Joe Rosenthal, nas batalhas dos fuzileiros navais norte-americanos no Japão, durante a II Guerra Mundial, não apenas ficou famosa no mundo inteiro como é considerada “a foto” do século XX.
Em 19 de fevereiro de 1945, cerca de 74000 marines (fuzileiros navais norte-americanos) desembarcaram na ilha de Iwo Jima – localizada no oceano Pacífico a meio caminho entre as Marianas e Tóquio e importante peça na guerra aérea, por causa de suas pistas de aviação. Na pequena ilha havia aproximadamente 21000 tropas japonesas experientes em operações militares, além de cavernas construídas para funcionar como hospitais e quartéis generais e, ainda, uma estrutura de armazenagem de armas, munição, combustível e ração construída no interior do Monte Suribachi.


Soldados americanos hasteando a bandeira americana no monte Suribachi



Fotografia, hoje classificada em 68.º lugar entre os cem melhores exemplos do jornalismo do século XX, virou monumento. Soldados americanos hasteando a bandeira americana no monte Suribachi.


Mas o que parecia ser um ataque de apenas uma semana ou menos custou para os norte-americanos 36 dias de uma das mais violentas e sangrentas lutas dos marines. Cerca de 6000 americanos e 20000 japoneses perderam a vida durante os combates. E, finalmente, no dia 25 de março de 1945, a batalha de Iwo Jima termina com a vitória americana.
A cena dos seis fuzileiros navais americanos levantando a bandeira de seu país no Monte Suribachi foi registrada pelo fotógrafo Joe Rosenthal – foto que lhe rendeu o Prêmio Pulitzer daquele ano, a honraria americana de maior prestígio para o jornalismo. Algum tempo depois, descobriu-se que o fotógrafo chegou atrasado para registrar o fato e pediu aos fuzileiros que repetissem a cena. De qualquer maneira, a imagem que ficou consagrada foi também reproduzida em selo e serviu como modelo para a construção de um monumento, no estado de Virgínia, nos Estados Unidos, em homenagem a todos os marines que deram as suas vidas pelo país desde 1775. O Memorial de Iwo Jima, como é conhecido, é a maior estátua de bronze do mundo.


Curiosidade:

A palavra click representa o barulho produzido pela máquina fotográfica e deu origem ao verbo clicar, daí a expressão usada em: “[...] a imagem clicada pelo fotógrafo Joe Rosenthal [...].”


Aula de Português






Glossário


Prestígio: boa reputação perante o público; autoridade, influência; poder de atração, sedução.
Esquipático: fora do geral, habitual ou comum; extravagante, esquisito, estapafúrdio.


Aula de Português


A linguagem
na ponta da língua,
tão fácil de falar
e de entender.

A linguagem
na superfície estrelada de letras,
sabe lá o que ela quer dizer?

Professor Carlos Góis, ele é quem sabe,
e vai desmatando
o amazonas de minha ignorância.
Figuras de gramática, esquipáticas
atropelam-me, aturdem-me, sequestram-me.

Já esqueci a língua em que comia,
em que pedia para ir lá fora,
em que levava e dava pontapé,
a língua, breve língua entrecortada
do namoro com a prima.

O português são dois; o outro, mistério.






Links:


Sanderlei Silveira (Website)

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Áudio Livro

Livros Online

Obra completa de Machado de Assis

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas | Song Lyrics - Songtext - Testo Canzone - Paroles Musique - 歌曲歌词 - 歌詞 - كلمات الاغنية - песни Текст

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Bíblia Online

O Diário de Anne Frank

Mário de Andrade - Macunaíma

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis - Esaú e Jacó

Adolf Hitler - Mein Kampf

José de Alencar - Cinco Minutos

Lima Barreto - O Triste Fim de Policarpo Quaresma

História em 1 Minuto

Livros em PDF para Download

Machado de Assis - Livros em PDF para Download

William Shakespeare - Livros em PDF para Download

Jane Austen - Livros em PDF para Download

José de Alencar - Livros em PDF para Download

TOP 50:


Mein Kampf - Adolf Hitler - Download PDF Livro Online

As festas populares no estado de São Paulo

O Alienista - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do estado de São Paulo - SP

As festas populares no estado do Paraná - PR

Áreas de preservação no estado de São Paulo - SP

O Diário de Anne Frank - Download PDF Livro Online

Gonçalves Dias - Marabá - Poesia

O tropeirismo no estado do Paraná - PR

Macunaíma - Mário de Andrade - PDF Download Livro Online

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo - SP

Atividades extrativistas no Paraná - PR

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná - PR

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul - MS

As atividades econômicas do estado de São Paulo - SP

As festas populares do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Biomas brasileiros - SC

Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Religião – Idade Antiga (História em 1 Minuto)

A população africana e a escravidão no Paraná - PR

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX - SC

Áreas de preservação Ambiental no estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul - MS

O relevo do estado de São Paulo - SP

As atividades econômicas do estado do Paraná - PR

Esaú e Jacó - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Capítulo 160 - Das Negativas (Machado de Assis)

Os biomas no estado do Mato Grosso do Sul - MS

A urbanização no estado de São Paulo no início do século XX - SP

A organização do espaço geográfico brasileiro

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná) - PR

Clima e relevo do estado do Paraná - PR

As atividades econômicas no estado de Santa Catarina - SC

Áreas de preservação do estado do Paraná - PR

O Humanitismo - Capítulo 117 - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo V

As comunidades quilombolas no estado de Santa Catarina - SC

Vegetação nativa do estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no estado de São Paulo na atualidade - SP

Os índios Xetá no estado do Paraná - PR

Bacias hidrográficas de Santa Catarina - SC

Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná - PR

Machado de Assis - Esaú e Jacó - Capítulo 60 - Manhã de 15

A ocupação e o povoamento do Mato Grosso do Sul - MS

Clima e relevo no estado de Santa Catarina - SC

A formação da cultura de Santa Catarina - SC

Capítulo 17 - Ursa Maior - Mário de Andrade - Macunaíma

Luís Vaz de Camões - Soneto 57 - De Vos me Aparto, oh Vida! Em Tal Mudança

Bacias hidrográficas do Mato Grosso do Sul - MS

Gonçalves Dias - Canção do exílio - Poesia

As comunidades quilombolas no estado do Paraná - PR

A imigração europeia no estado do Paraná - PR

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

Biomas brasileiros - PR

Relevo do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Luís Vaz de Camões - Soneto 43 - Como Quando do Mar Tempestuoso

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo VIII

A população indígena na região do estado de Santa Catarina - SC

Luís Vaz de Camões - Soneto 45 - Leda Serenidade Deleitosa

Norte Catarinense (Mesorregião) - SC

Mário de Andrade - Macunaíma - EPÍLOGO

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo XV

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf

SAP - Treinamentos

Datasul - Tutoriais

quinta-feira, 21 de julho de 2016

05 - Fotografia - Um documento histórico





As duas fotos abaixo retratam um mesmo local em dois momentos históricos diferentes. Elas são imagens de uma praça central da cidade de Curitiba (PR) em 1955 e 2010, respectivamente. Na década de 1950, a praça servia de parada de ônibus, mas ali também havia futebol de pelada. Atualmente, calcula-se que passem cerca de 50 mil pessoas por esse local diariamente – um dos grandes terminais rodoviários da cidade.
Pela análise das fotos, é possível perceber as mudanças históricas relativas ao transporte, construções, arborização e outras.


Praça Rui Barbosa em Curitiba (PR), 1955.



Praça Rui Barbosa em Curitiba (PR), 1955.



Praça Rui Barbosa em Curitiba (PR), 2010.



Praça Rui Barbosa em Curitiba (PR), 2010.


Sobre a fotografia moderna brasileira


Não é de estranhar que a preocupação com a documentação transpareça na maior parte da produção fotográfica do século passado. Havia a intenção explícita de documentar o mundo e representá-lo em suas variáveis sociais e materiais. O espaço urbano e os tipos humanos foram os principais temas registrados.
A primeira vez que a fotografia apareceu publicada na imprensa foi em 1880 no jornal Daily Herald, de Nova Iorque. A possibilidade dessa utilização provocou uma revolução nos meios de comunicação existentes. Tratava-se da reprodução da imagem fotográfica em escala industrial. Essa nova tecnologia transformou a imprensa e a fotografia começou a ganhar cada vez mais espaço nas páginas dos jornais.
Inicialmente, a fotografia foi utilizada tão somente para ilustrar os textos escritos, dos quais era mero auxiliar. Os fotógrafos dotados de equipamentos pesados, de pouca mobilidade e difícil manejo, se viam incapazes de adequar sua atuação à velocidade dos acontecimentos. Para trabalharem em recintos fechados eram obrigados a usar flashes de magnésio que cegavam momentaneamente as pessoas retratadas assim, em posições ridículas e depreciativas. De antemão sabia-se o resultado das fotos encomendadas: poses calculadas e rostos crispados pela luz dos flashes. Para esses primeiros fotógrafos de imprensa, o mais importante era documentar os fatos da forma mais objetiva possível. Geralmente provenientes das camadas populares da sociedade, eles eram incultos, gozavam de total desprestígio social e recebiam péssima remuneração. Foi somente a partir do final da década de 1920 que essa situação começou a se modificar.
Em 1925, foi lançada no mercado de aparelhos fotográficos da Europa uma câmara que viria revolucionar a fotografia – a Leica. Essa máquina determinou o redimensionamento da fotografia de imprensa: versatilidade e discrição seriam as suas novas características. É claro que um aparelho tão revolucionário para a época não poderia ser aceito de imediato. No entanto, com o passar do tempo, conseguiu grande aceitação no meio jornalístico.
A fotografia na imprensa brasileira surgiu no início do século. Junto a essa fotografia de reportagem incipiente apareceram as primeiras fotos de publicidade, ligadas ao crescimento do mercado interno e à reestruturação do setor terciário da nossa economia. Os nossos primeiros repórteres fotográficos eram provenientes das classes populares, pessoas sem formação e com instrumental técnico inadequado à sua atividade. Durante quarenta anos, essa foi a realidade da fotografia de imprensa no Brasil. Foi a revista O Cruzeiro, na década de 1940, que modificou definitivamente o estatuto social do fotógrafo, a partir da inclusão da fotografia como elemento ativo da reportagem e do uso da fotopublicidade.
Tudo era motivo para uma boa fotorreportagem, satisfazendo plenamente o gosto da classe média brasileira: expedições à Floresta Amazônica para contactar tribos indígenas, o carnaval e as praias cariocas, os esportes, a política, o glamour das atrizes, os acidentes automobilísticos, os crimes famosos e a vida das nossas grandes cidades.


Curitiba (PR), no início do século XX.



O resgate da memória por meio da fotografia. Curitiba, no início do século XX.


Interpretação e análise da língua:

  • Esse é um texto de informação, pois o que ele pretende é informar ao leitor sobre a fotografia no Brasil, nos tempos modernos. Observe, nesse caso, que o título é uma síntese do conteúdo do texto.
  • O texto de informação deve tratar de um assunto específico e ter uma sequência bem ordenada das informações que apresenta, para que seja claro.



Como fazer um resumo?

Resumir é reescrever de modo sintético as ideias ou fatos de um texto.
Três pontos devem ser observados:
  • em resumos não se fazem comentários pessoais ou julgamentos;
  • não se deve fazer uma “colagem” de partes do texto – isso revela falta de compreensão das ideias do autor;
  • é necessário compreender o conteúdo geral do texto, pois é impossível ir resumindo à medida que se faz a primeira leitura.

Para elaboração de um bom resumo, recomendam-se os seguintes procedimentos:

a) leitura de todo o texto, buscando entender sua ideia central, ou seja, do que trata o texto;
b) releitura do texto, agora buscando observar os detalhes, significados das palavras desconhecidas, sentidos das frases mais complexas e dos conectores – isso, porém, porque, apesar de, etc. – para perceber as relações estabelecidas entre as partes do texto;
c) redação e revisão final do texto.




Glossário


Mobilidade: qualidade ou propriedade do que é móvel ou de que obedece às leis do movimento; facilidade de se mover ou ser movido; facilidade de modificar a fisionomia, a expressão; inconstância, instabilidade.
Manejo: ato ou efeito de executar algo usando as mãos; ou de administrar, dirigir.
Crispar: frisar-se, enrugar-se.

Em português temos as palavras incipiente e insipiente. Veja como são apresentadas no Novo dicionário Aurélio da Língua Portuguesa:

Incipiente. Ad. 2g. que inicia, que está no começo; inicial, iniciante, principiante. [Etim lat. incipiens, entis part. pres. de incipere – começar, dar princípio].
Insipiente. Ad. 2g. 1 não sapiente; ignorante. 2 tolo, néscio 3 sem juízo, insensato, imprudente. [Etim lat. insipiens, entis desarrazoado, insensato].





Links:


Sanderlei Silveira (Website)

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Áudio Livro

Livros Online

Obra completa de Machado de Assis

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas | Song Lyrics - Songtext - Testo Canzone - Paroles Musique - 歌曲歌词 - 歌詞 - كلمات الاغنية - песни Текст

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Bíblia Online

O Diário de Anne Frank

Mário de Andrade - Macunaíma

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis - Esaú e Jacó

Adolf Hitler - Mein Kampf

José de Alencar - Cinco Minutos

Lima Barreto - O Triste Fim de Policarpo Quaresma

História em 1 Minuto

Livros em PDF para Download

Machado de Assis - Livros em PDF para Download

William Shakespeare - Livros em PDF para Download

Jane Austen - Livros em PDF para Download

José de Alencar - Livros em PDF para Download

TOP 50:


Mein Kampf - Adolf Hitler - Download PDF Livro Online

As festas populares no estado de São Paulo

O Alienista - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do estado de São Paulo - SP

As festas populares no estado do Paraná - PR

Áreas de preservação no estado de São Paulo - SP

O Diário de Anne Frank - Download PDF Livro Online

Gonçalves Dias - Marabá - Poesia

O tropeirismo no estado do Paraná - PR

Macunaíma - Mário de Andrade - PDF Download Livro Online

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo - SP

Atividades extrativistas no Paraná - PR

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná - PR

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul - MS

As atividades econômicas do estado de São Paulo - SP

As festas populares do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Biomas brasileiros - SC

Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Religião – Idade Antiga (História em 1 Minuto)

A população africana e a escravidão no Paraná - PR

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX - SC

Áreas de preservação Ambiental no estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul - MS

O relevo do estado de São Paulo - SP

As atividades econômicas do estado do Paraná - PR

Esaú e Jacó - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Capítulo 160 - Das Negativas (Machado de Assis)

Os biomas no estado do Mato Grosso do Sul - MS

A urbanização no estado de São Paulo no início do século XX - SP

A organização do espaço geográfico brasileiro

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná) - PR

Clima e relevo do estado do Paraná - PR

As atividades econômicas no estado de Santa Catarina - SC

Áreas de preservação do estado do Paraná - PR

O Humanitismo - Capítulo 117 - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo V

As comunidades quilombolas no estado de Santa Catarina - SC

Vegetação nativa do estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no estado de São Paulo na atualidade - SP

Os índios Xetá no estado do Paraná - PR

Bacias hidrográficas de Santa Catarina - SC

Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná - PR

Machado de Assis - Esaú e Jacó - Capítulo 60 - Manhã de 15

A ocupação e o povoamento do Mato Grosso do Sul - MS

Clima e relevo no estado de Santa Catarina - SC

A formação da cultura de Santa Catarina - SC

Capítulo 17 - Ursa Maior - Mário de Andrade - Macunaíma

Luís Vaz de Camões - Soneto 57 - De Vos me Aparto, oh Vida! Em Tal Mudança

Bacias hidrográficas do Mato Grosso do Sul - MS

Gonçalves Dias - Canção do exílio - Poesia

As comunidades quilombolas no estado do Paraná - PR

A imigração europeia no estado do Paraná - PR

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

Biomas brasileiros - PR

Relevo do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Luís Vaz de Camões - Soneto 43 - Como Quando do Mar Tempestuoso

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo VIII

A população indígena na região do estado de Santa Catarina - SC

Luís Vaz de Camões - Soneto 45 - Leda Serenidade Deleitosa

Norte Catarinense (Mesorregião) - SC

Mário de Andrade - Macunaíma - EPÍLOGO

Mário de Andrade - Macunaíma - Capítulo XV

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf

SAP - Treinamentos

Datasul - Tutoriais